Um Novo Conceito De Jornalismo Esportivo
100% Esporte! 100% focado no leitor! Sem propagandas! O melhor conteúdo do seu time do coração!
EXPERIMENTE POR ATÉ 10 DIAS GRÁTIS

“Bem Feito”: Não fizemos por merecer

“Bem Feito”: Não fizemos por merecer
São Paulo se apequena contra o Corinthians onde nunca venceu e, adivinhem, perdeu novamente… De dois times horríveis, perdeu o mais covarde… Bem feito.Perdeu a equipe que jogou pelo empate, para não ser derrotado, para decidir a sirte nos pênaltis. Foi derrotado o time do treinador covarde, dos jogadores covardes, de comportamento covarde. E conseguiu ser superado por um time simplesmente TENEBROSO, que conquistou títulos em sua centenária história apenas quando o Brasil deixou de ser protagonista no futebol mundial, e quando os principais jogadores do planeta passaram a não ser mais daqui. (Foto Rubens Chiri – SPFC) Venceu o time do técnico arrogante, intragável, retranqueiro. Que adotou um sistema de jogo feio, bajulado por uma imprensa formada por 80% de corintianos, que, agora felizes com o título, esquecem o futebol horroroso apresentado por essa equipe durante todo o Campeonato Paulista. Os mesmos que hoje puxam o saco de Carille e enaltecem esse estilo de jogo horrível, são os mesmos caras de pau que criticam e reclamam quando o Brasil é eliminado de uma competição importante, ou quando perde uma Copa, ou leva um “vareio” de times europeus, como acontece nas últimas décadas. Mas este espaço não é pra falar do time feio do Corinthians. É pra falar do time COVARDE do São Paulo. Além de jogadores carimbados com o rótulo de “fracassados” e “covardes”, o time teve no seu banco de reservas o maior exemplo de “bundamolice” do mundo. (Foto Rubens Chiri – SPFC) Cuca não poderia ter feito o que fez… Não deveria ter escalado Jucilei “Bunda de Urso”. Não poderia ter colocado o caneludo e enganador Everton Felipe no comando do ataque com Hernanes no banco… Não era para ter se acovardado tanto diante de um time terrível, a ponto de terminar o jogo com o patético […]
MATÉRIA EXCLUSIVA PARA ASSINANTES OU CADASTRADOS
Tenha acesso a esta matéria e a todo o conteúdo do site por até 10 dias grátis. Aqui você encontrará todos os dias, histórias e análises exclusivas do seu time de coração.
Rogério Barolo

Rogério Barolo

Rogerio Barolo foi diretor do Programa Mesa Redonda da TV Gazeta por oito anos, editor-chefe de vários programas jornalísticos na Record TV em São Paulo e diretor de Jornalismo na Record TV de Porto Alegre. Passou por ESPN, Band, Redetv! E hoje trabalha em uma das melhores empresas da área: Sistema Brasileiro de Televisão (SBT). Aqui no O Esportista é o porta-voz Tricolor!

error: © O Esportista 2018. Todos os direitos reservados, OK!?