Um Novo Conceito De Jornalismo Esportivo
100% Esporte! 100% focado no leitor! Sem propagandas! O melhor conteúdo do seu time do coração!
EXPERIMENTE POR ATÉ 10 DIAS GRÁTIS

Mudanças que Facilitam

Mudanças que Facilitam
Variações de Sampaoli agradam em goleada, mas volta do “velho” Alison preocupa o Santos. A vitória por 4 a 0 sobre o América de Natal garantiu o Santos na terceira fase da Copa do Brasil e mostrou que o técnico Jorge Sampaoli ganhou uma importante variação tática para montar o Alvinegro Praiano na sequência da temporada 2019. Sem poder contar com Felipe Jonatan para a partida, e insatisfeito com o rendimento de Orinho e Copete na lateral esquerda, o treinador resolveu colocar Jean Mota pelo setor. Mas, felizmente, se arrependeu rápido da decisão e resolveu testar a outra opção treinada durante a semana, com Pituca. (Diego Pituca – Foto Flickr oficial do Santos FC) Na primeira jogada em que o volante Diego Pituca, improvisado na lateral esquerda, chegou até a linha de fundo e conseguiu fazer o cruzamento, o paraguaio Derlis González definiu o jogo no Pacaembu. (Derlis González comemora seu gol – Foto Flickr oficial do Santos FC) A jogada em questão mostrou que Jean Mota, artilheiro do campeonato Paulista e que diante do América começou a partida na lateral, NÃO pode mais atuar como ala. Para o bem do Santos, o técnico Jorge Sampaoli, mais uma vez, mostrou ser diferente dos profissionais brasileiros e enxergou seu erro ainda no primeiro tempo. (Jorge Sampaoli – Foto Flickr oficial do Santos FC) Com Pituca deslocado para a esquerda e Jean Mota de volta ao meio, os dois setores cresceram de produção e a partida se tornou bem mais tranquila para o time da Vila Belmiro, que chegou a ser ameaçado pelo América antes dessa alteração tática. Para ilustrar essa afirmação, basta dizer que Pituca foi o autor do cruzamento que originou o primeiro gol e Jean Mota marcou, de peito, o segundo gol da fácil vitória santista no Pacaembu. (Jean […]
MATÉRIA EXCLUSIVA PARA ASSINANTES OU CADASTRADOS
Tenha acesso a esta matéria e a todo o conteúdo do site por até 10 dias grátis. Aqui você encontrará todos os dias, histórias e análises exclusivas do seu time de coração.
Paulo Amaral

Paulo Amaral

Paulo Amaral é jornalista formado pela FIAM, em 1995, e tem no currículo passagens pela Revista do Santos, da Editora Escala, pelos jornais Gazeta Esportiva e Agora São Paulo, pela PSN.com, pelo site Gazeta Esportiva.Net, pelo portal R7.com e pelo HuffPost Brasil. Sua grande parcela para fazer essa supermáquina funcionar todos os dias para vocês, internautas, será escrever sobre uma grande paixão: O Santos Futebol Clube, tricampeão da América e bicampeão mundial.

error: © O Esportista 2018. Todos os direitos reservados, OK!?